sexta-feira, 1 de julho de 2011

<<< Mais Tom-Zezismo: cantigas de desatino! >>>


Tempin' atrás, rabisquei uns comentários sobre o ilustre Tom Zé, maluco beleza de primeira grandeza, quando de sua mais recente incursão pelas roças asfaltadas de Goiânia, quando ele nos brindou com um showzaço de encher os olhos e alegrar o zouvido lá no câmpus da UFG. Eu tinha compartilhado naquela ocasião um punhado de álbuns do hómi, especialmente os de começo de carreira, e tinha prometido pôr na roda o restante do que possuo da discografia caso a galera pedisse. Voilà pois, atendendo a pedidos e xingos, tudo o que tenho do tropicalista doidão em minha musicoteca pessoal... esbaldem-se!!! >>> TOM ZÉ, Discografia Seleta: Grande Liquidação (1968); Tom Zé (1970); Se o Caso É Chorar (1972); Todos os Olhos (1973); Estudando o Samba (1976); Correio da Estação do Brás (1978); Nave Maria (1984); Parabelo (1997; com José Miguel Wisnick); Com Defeito de Fabricação (1998); Imprensa Cantada (2003).

E aí embaixo, ó só que divertido (dica do Dieguito): Tom Zé fala sobre Rita Lee e suas canções "sexo-pedagógicas"... antológico!


* * * * *


(DIGRESSÃO: Relendo esses dias uns contículos de Guimarães Rosa, pipocou-me na mente a figura de Tom Zé quando li "Sorôco, Sua Mãe, Sua Filha" (lá no Primeiras Histórias); me pareceu que "cantigas de desatino" é um ótimo batizado para a arte tom-zezista... "Num rompido - ele começou a cantar, alteado, forte, mas sozinho para si - e era a cantiga, mesma, de desatino, que as duas tanto tinham cantado. (...) E foi sem combinação, nem ninguém entedia o que se fizesse: todos, de uma vez, de dó do Sôroco, principiaram também a acompanhar aquele canto sem razão... Foi o de não sair mais da memória. Foi um caso sem comparação." Sei lá se foi produto de cuca ajeitada ou desatinada, mas fato que foi dos meus miolos a surgida conexão: Tom Zé, feito um Sorôco do tropicalismo ou um Quixote d'além-mar,  fazendo a cantiga docemente desatinar... pois é confundindo que ele vai nos esclarecer, e é enloucrescendo que há de nos a-libertar!...)

2 comentários:

Vernardo Santana disse...

Eu tenho raiva quando um fdp genial fala umas coisas dessas... que inveja das sinapses desse velho.

dieguito de moraes disse...

Valeu pela lembrança, novamente. Abraço!